segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Completamente perdido

Foto ilustrativa da internet - Subindo um piano.
O pior me aconteceu, engordei tudo que tinha emagrecido. Sim, estou gordo novamente e descontente com o meu corpo. Neste período passei por várias mudanças. Mudei de emprego, cidade e até de país.  Minha mãe faleceu em um momento bem delicado de minha vida e estava completamente sozinho naquele momento. Não conhecia nada e ninguém. 

Perdi o foco e quando me dei conta já estava completamente gordo. Estava retornando as atividades depois de um tempo machucado, minha tíbia tinha inflamado depois de exaustivos treinos sem acompanhamento de profissionais. Fiquei um tempo parado, quase dois anos. Ainda estou inerte a não ser querendo uma esteira para voltar às atividades dentro de casa. 

Estou morando em um país que faz muito frio durante o ano quase todo (9 meses), mas vejo algumas pessoas correndo durante a madrugada e mesmo quando está 10 graus negativos, mas eu ainda não me vejo tão dentro do foco para correr pelas ruas nestas temperaturas. Vejo que preciso começar tudo novamente e com mais calma. 

Meu maior desafio agora é subir com a esteira que está no porão para o terceiro andar.  Já dei umas mexidas nela, mas achei bem pesada. O Jhonatan não acredita em mim, ele pensa que subir com a esteira será apenas algo para entulhar a casa e não irei usar. Penso diferente e tenho até me imaginado frequentemente fazendo exercício nela. Acredito que ela será um bom início. Queria que ele acreditasse em mim. Fui capaz uma vez, serei novamente. 

Meus amigos, leitores, não desacredite em seus sonhos e não se percam em suas metas. Não deixe um dia chuvoso desanimar sua corrida ou se boicote passando para amanhã a atividade que seria feita hoje. Não acredite que já venceu e pare de lutar. Pois a guerra da obesidade tem que ser lutada todo dia. Tenha fé, força e esperança. NUNCA DESISTA DE VOCÊ

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Vencendo desafios

Gabriela Andersen-Schiess nos Jogos Olímpicos de Verão de 1984
Hoje, pela primeira vez depois do retorno, consegui dar uma volta completa no percurso. Foi emocionante. Me senti uma atleta cruzando a linha de chegada e arrebentando aquela feita com o peito. Foi lindo.

Como estabeleci aqui quando voltei, umpasso de cada vez. Foi assim, correndo e caminhando que consegui minha primeira volta depois do retorno. Lembro que antes eu corria 12km ininterruptamente. Eu a centro das atenções na pista que pratica corrida anteriormente. Muita gente queria correr comigo.

Acredito que se eu conseguir manter este ritmo, logo estarei correndo meus 10km diariamente. Não estou mais sentindo dor muscular, estou naquela vibe de “viajar”. Vivo meus sonhos, descanso a mente e ativo o melhor da minha criatividade. Correr faz bem e eu recomendo.


Lembre-se, não sou especialista neste assunto. Sou apenas um gordo em tratamento. 

Cozinhando para mim mesmo

Imagem da internet 
Muita gente reclama que cozinhar para apenas uma pessoa é ruim, mas tem quem goste. Eu adoro cozinhar sozinho, é o tempo que uso para comer minhas “gororobas” light. Este tempo também pode ser usado para experimentar novas receitas.

Hoje na hora do almoço eu fiz filé de Tilápia grelhado, arroz integral e um molho de soja com tomate e cebola. Ficou simples e saboroso. Demorou o tempo suficiente para o arroz cozinhar. Eu gosto de prepará-lo do modo tradicional.

Hoje escolhi peixe pois estava em promoção no supermercado perto da minha casa e há muito tempo não comia. O preparo não tem segredo e é muito fácil.

Dica para cozinhar o arroz integral:

Existem pessoas que deixam o arroz na água por muito tempo, a ideia e deixa-lo "amolecer" durante o molho e depois de umas quatro horas prepara-lo. Já fiz e deu certinho. Veja mais dicas.


terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Um gordo em tratamento

A corrida hoje teve um gosto de renovação, de um novo começo. A local que corro, Parque Ipanema em Ipatinga, estava lotado. Várias pessoas, talvez por ser a primeira semana do ano ou pelo fato de eu estar em um horário diferenciado. A corrida foi sacrificante.

Sacrifiquei toda a comida que como se não houvesse amanhã eu comi nestas duas semanas do final do ano. Fui passar a virada de ano em Santa Luzia, levei tênis e não corri. Enganei a mim mesmo durante todos estes dias que estive lá. Cheguei hoje de viagem e não pode faltar a corrida.


Hoje senti não sentir dor, mas ainda não consegui controlar o ar. Fiquei sem fôlego para várias vezes. Sei que isso é questão de tempo. Não vejo a hora de sair correndo os meus antigos 12km sem parar. Força e foco que um dia chego lá [novamente]. 

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

A corrida do dia seguinte

Parque Ipanema em Ipatinga MG
A corrida desta quarta-feira, dia 30, foi com muita dor muscular. Ela me acompanhou ao longo dos cinco mil metros que percorri ao longo do Parque Ipanema. A dor muscular faz parte dos meus inícios de atividades. Não é a primeira vez que a sinto.

Sempre que iniciamos uma atividade física teremos a companhia da dor muscular, geralmente ela vem no dia seguinte. Eu particularmente acho a dor gostosa, ela funciona como um divisor de águas entre o sedentarismo e a vida com atividade física. Especialistas acreditam dão dicas para evitar as dores

Temos que ter cuidado, por nem sempre esta dor é normal. Procure sempre um médico para esclarecer. No meu caso eu já a senti outras vezes e sei que vai passar. Não é a primeira vez que volto a fazer exercício depois de um longo tempo parado.


Acredito que nesta quinta não vou conseguir me exercitar, vou fazer mais uma viagem. Vou tentar levar tênis e fazer uma postagem de lá. 

Lembre-se: procure sempre especialistas. Sou apenas um corredor amador. 

RunKeeper aplicativo de monitoramento

RunKeeper
O aplicativo que auxilia corrida, RunKeeper, é para mim sem dúvidas o melhor. Já experimentei outros, mas este é muito melhor. Um aplicativo completo. Ele utiliza o GPS do celular para registrar várias atividades ou inserir manualmente caso você utilize esteira, bicicleta ergométrica, etc.

Com designer moderno ele oferece monitoramento para corrida ao ar livre, pedalar, mountain bike, caminhada, passeio, esquiar montanha, esqui cross-country, natação, entre outros, até meditação. O aplicativo que é intuitivo e permite a interação com facebook, twitter, spotify e a própria biblioteca do celular também está disponível em português do Brasil.  

O aplicativo pode ser acessado por meio do telefone móvel, tablete e o site. Muito interessante, ele permite a participação de atividades em grupo com participantes de várias localidades. Recentemente teve a primeira corrida global, com competidores do mundo todo.


O aplicativo pode ser baixado gratuitamente ou pago em todas as lojas de APPs. O valor na App Store pode ser mensal ou com assinatura anual. Sugiro o download apenas no site do produto ou direto na loja de aplicativos do seu celular.